Home Page - URICurso de Psicologia
   URI  -  Psicologia

       Teorias e Técnicas Psicoterápicas II

 

Plano de Ensino da Disciplina: 44-233

Departamento: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde

Carga horária: 60 h/a

Teorias e Técnicas Psicoterápicas ll

 

Créditos: 04

 

EMENTA:

Estudo das diferentes abordagens psicoterápicas, temas, técnicas e aplicação prática.

OBJETIVO GERAL:

Possibilitar ao aluno o conhecimento das diversas abordagens em psicoterapia.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- Possibilitar o conhecimento da teoria e da técnica psicoterápica de grupos, assim como o funcionamento, tipos de grupos e características gerais.

- Proporcionar o conhecimentos da teoria e da técnica psicoterápica infantil e do adolescente.

- Caracterizar o processo psicoterápico infantil e de adolescentes e seus objetivos

- Esclarecer a diversidade de teorias psicoterápicas e psicanalíticas existentes

- Discutir a questão da ética profissional nas diferentes abordagens psicoterápicas

- Discutir as particularidades e diferenças das teorias abordadas em relação à técnica de psicoterapia individual e de adultos.

 

RELAÇÃO DOS CONTEÚDOS:

1.Discussão Sobre Teorias Psicanalíticas

 

2.Psicoterapia de Grupos

2.1 Funcionamento

2.2 Tipos de grupos

2.3 Característica gerais

2.4 Critérios de agrupamento

2.5 O psicoterapeuta

 

3.Psicoterapia Infantil

3.1 Entrevista com pais

3.2 Setting (material, consultório, etc.)

3.3 A hora de jogo

3.4 Avaliação

3.5 Término

 

4.Psicoterapia na Adolescência

4.1 Características da adolescência

4.2 Técnicas

4.3 Particularidades

4.4 Os pais

 

5.Outras Abordagens Psicoterápicas

5.1 Cognitivismo

5.2 Humanismo

 

 

METODOLOGIA:

Atividades discente: leitura prévia dos textos; discussão dos textos lidos em sala de aula; realizar trabalhos em grupos e individuais para serem apresentados em sala de aula; participar dos seminários.

 

 

Atividades docente: apresentar textos atualizados aos alunos; aulas expositivas; expor aos alunos os principais tópicos dos conteúdos a serem trabalhados em sala de aula; enfatizar a questão ética nas diferentes abordagens psicoterápicas; coordenar ativamente os seminários.

 

 

Recursos Humanos e Materiais: professor da disciplina; palestrantes – professores da universidade e de outras, assim como profissionais de outras áreas; xerox; livros; retroprojetor; lâminas.

 

 

AVALIAÇÃO:

Será realizada pela participação, assiduidade e pelos trabalhos apresentados em sala de aula. Durante o semestre será realizado, também, duas provas contendo os conteúdos trabalhados em aula com os alunos.

As datas serão combinadas no início do semestre.

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

ABERASTURY, A. Teoria e Técnica da Psicanálise Infantil. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

ABERASTURY, A. & KNOBEL, M. Adolescência Normal. Porto Alegre: Artes Médicas, 1988.

BECK, Judith S. Terapia Cognitiva: teoria e prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

CORDIOLI, A. V. Psicoterapias: abordagens atuais. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

COPPOLILLO, H. P. Psicoterapia Psicodinâmica de Crianças: uma Introdução à Teoria e às Técnica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

CUNHA, J. A. Psicodiagnóstico R. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

DEWALD, P. Psicoterapia Psicodinâmica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1981.

EIZIRIK. Psicoterapia de orientação analítica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

ETCHEGOYEN, H. Fundamentos da Técnica Psicanalítica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

FIORINI, H. Teoria e técnicas de psicoterapias. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1978.

FREUD, Sigmund. Obras Psicológicas Completas. Rio de Janeiro: Ed. Imago, 1970.

KLEIN, M. A Psicanálise da criança. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1980.

KUSNETZOFF, J. C. Psicoterapia Breve na Adolescência. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

OSÓRIO, L. C. Abordagens Psicoterápicas do Adolescente. Rio de Janeiro: Ed. Movimento, 1980.

ZIMMERMANN, D. Estudos sobre Psicoterapia Analítica de Grupo. São Paulo: Ed. Mestre Jou, 1971.

______________. Fundamentos básicos das grupoterapias. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

BLEICHMAR, N. M. & BLEICHMAR, C. L. A psicanálise depois de Freud. Porto Alegre: Artes Médicas, 1992.

CARDOSO, E. G. A formação profissional do psicoterapeuta. São Paulo: Ed. Summus, 1985.

DREIBLATT, Z. Introdução à Prática Paicoterapêutica. São Paulo: EPU, 1980.

DUARTE, I. A prática psicoterápica infantil. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

FAGAN, J. Gestalt – terapia. Teoria, técnica e aplicações. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1970.

GREENSON, R. A Técnica e a Prática da Psicanálise. Rio de Janeiro: Ed. Imago, 1981.

KAHN, H. M. Psicanálise, Teoria, Técnica e Casos Clínicos. Rio de Janeiro: Ed. Francisco Alves, 1984.

LANGS, R. As Bases da Psicoterapia. Porto Alegre: Artes Médicas, 1984.

MACEDO, H. Ana K ou Conjugação do Corpo. Rio de Janeiro: Ed. Francisco Alves, 1985.

MENINGER, K. & HOLZMAN, P. Teoria e Técnica Psicanalítica. Rio de Janeiro: Zahar Ed., 1982.

PERLS, F. e outros. Isto é Gestalt. São Paulo: Ed. Summus, 1977.

______. A Abordagem Gestáltica e Testemunha Ocular da Terapia. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara, 1988.

______. Gestalt - Terapia Explicada. São Paulo: Ed. Summus, 1977.

RAKNES, O. Wihelm Reich e a Orgonomia. São Paulo: Ed. Summus, 1988.

REICH, W. A Função do Orgasmo. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1978.

SIFNEOS, P. Psicoterapia Dinâmica Breve: Avaliação e Técnica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989.

ZIMERMAN, D. E. Bion: da Teoria à Prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1995.